V Bienal de Orquídeas do Nordeste em Natal

0 comentários

De 23 a 25 de agosto acontecerá a V Bienal de Orquídeas do Nordeste e a XXVII Exposição de Orquídeas da Associação Orquídófila do RN (Exposorn 2019). Nesta edição o evento conta com uma extensa programação de palestras, oficinas e uma bela exposição de orquídeas. A ação será realizada no Museu Câmara Cascudo, nas dependências do Parque Raimundo Teixeira da Rocha (Parque do Museu). 

Em um ambiente de globalização a busca constante pelo conhecimento, inovação, conservação e preservação da natureza são elementos essenciais para se manter em comunhão com o planeta. Para isso é necessário que as organizações estejam atentas as tendências mundiais de valorização do meio ambiente, visando alinhar-se aos princípios da qualidade de vida e do desenvolvimento sustentável.   

A Bienal de Orquídeas pretende promover a valorização, conservação e preservação da natureza e, consequentemente, da Cattleya granulosa Lindley, espécie de orquídea mais representativa da flora potiguar e flor símbolo do Rio Grande do Norte. 

“A V Bienal de Orquídeas do Nordeste será um evento sobre preservação e educação ambiental. É uma forma de divulgar os estudos mais recentes sobre orquidófilia, meio ambiente e preservação, e a SORN está muito feliz em organizar a atividade junto com o Museu Câmara Cascudo”, disse a Presidente da SORN, Gisélia de Maria Ferreira Costa. 

“Um dos setores do Museu Câmara Cascudo (MCC) da UFRN é o de Estudos Ambientais, que coordena todas as ações relacionadas à produção e ao compartilhamento de conhecimento sobre meio ambiente, natureza, ecologia e sustentabilidade ambiental. Tais ações ocorrem principalmente no Parque do Museu, um grande espaço arborizado de quase 7.000 m2, um verdadeiro oásis verde que muitos natalenses ainda não conhecem. É, portanto, com muita alegria que o MCC está abrindo esse espaço para receber a V Bienal de Orquídeas do Nordeste e a XXVII EXPOSORN, eventos de grande importância, que contribuem de maneira efetiva e prazerosa para a valorização e a proteção, não só das belas orquídeas, mas da natureza como um todo”, declarou Everardo Ramos, Diretor do Museu Câmara Cascudo.

Cattleya granulosa Lindley: flor símbolo do Rio Grande do Norte

Foto: Ayrthon Medeiros 


 A lei número 10.508 de 16 de maio de 2019 concede o título de flor símbolo do estado do Rio Grande do Norte à Cattleya granulosa Lindley e também define a última semana do mês de agosto como “Semana de valorização, conservação e preservação da Cattleya granulosa no estado no Rio Grande do Norte”. 

A Cattleya granulosa Lindley está ameaçada de extinção, inclusive a espécie já consta nas listas oficiais de espécies ameaçadas pela CITES (Convenção Internacional sobre o Comércio de Espécies da Flora e Fauna Selvagem em Perigo de Extinção). Pensando na preservação e valorização da espécie a lei foi criada.



Compartilhe:

Postar um comentário