Entrevista da Semana | Fisiculturista Ney Bichão

0 comentários
Estamos de volta com o nosso quadro "Entrevista da Semana" e  bate-papo é com o atleta e fisiculturista Ney Bichão. Natural da cidade de Areia Branca/RN, Ney falou sobre a sua dedicação ao esporte, sua paixão pelo fisiculturismo, os desafios enfrentados pelos atletas e muitos mais. 

Confira nosso o nosso bate-papo aqui no blog!!!

ENTREVISTA



Nome: Ney Bichão Soares Junior

Idade: 24 anos

Cidade: Areia Branca/RN

Profissão: Cozinheiro

Altura: 1,73

Redes Sociais: 
Instagram - @ney_bichao

Há quanto tempo você frequenta academia e pratica musculação? 
Há 7 anos.

O que te levou a querer competir no Fisiculturismo?
Incentivo de um amigo que já praticava e tinha experiência nas competições. Ele que me influenciou, pois na época nem de fisiculturismo eu gostava. Depois que conheci, confesso que não consigo mas viver sem,  pois se tornou minha paixão.

Qual modalidade você compete? 
Men´s Physique.

Quais os seus principais títulos conquistado nas competições? 
Destaco a "Sobral Open 2015" e a "Estreante 2016", mas na realidade não consigo escolher um título e dizer que ele foi o mais importante, pois todas as competições  tem o seu significado e eu levo tudo como um grande aprendizado. Cada vez que vou competir, eu me dedico ao máximo e trato aquele título como a mais importante que preciso conquistar em minha vida.

Qual foi a última competição/evento do qual participou e qual foi à posição que obteve? 
Em setembro participei da I Copa NutriLine em Pau dos Ferros/RN e fui campeão na categoria Men´s Physique e campeão Overall.

Qual foi a preparação/competição que mais significou para você, porquê? 
A Copa RN, pois ela me deu a vaga para participar do Arnold Classic Brasil de 2015,

Você se inspira em algum atleta?  Qual?
Sim, me inspiro muito no Fernando sardinha. Por sua humildade, perseverança e historia de vida!

De onde vem sua motivação para treinar?
Hoje vem do meu filho. Quando acho que não consigo mais, olho para meu filho e vejo que tudo posso. Basta eu ter fé em um Deus que transforma e faz milagres! Pois eu sou um milagre.   
                                                                      
De que forma o Fisiculturismo mudou a tua vida? 
Mudou a pessoa que sou. Não pelo status ou visibilidade que o esporte me deu, mas sim pela transformação que fez em minha vida. Se não fosse minha dedicação ao esporte, hoje eu poderia ser um drogado, um ladrão ou ter seguido por um caminho errado. Hoje sou grato a Deus pelo do que ele me deu e pelo amor que tenho pelo esporte.

O que você mais gosta no Fisiculturismo? E o que menos gosta? 
Gosto das amizades que o fisiculturismo me deu, sem dúvidas os amigos conquistados através do esporte são os meus melhores prêmios. O que menos gosto é quando encontro com alguns atletas prepotentes e sem humildade, que acham que são os super senhores e que estão no topo.  Sinto pena de pessoas assim.

Treino, suplementação ou alimentação, qual o mais importante, porquê? 
Todos eles, pois um complementa o outro. Treino sem suplementação e dieta de nada serve.

O que é mais difícil de manter: Dieta ou Treino, porquê? 
Dieta, tanto pela dedicação e pelo custo alto que é. Antes do meu filho era mais fácil,  mas hoje se tornou mais complicado, pois tenho responsabilidades maiores.

Como é sua dieta? 
Dividida em carboidratos e proteínas e também gordura saudável.

Como conciliar a vida de atleta com a de filho, irmão, marido, pai e que dificuldades encontras para concilia-las? 
Realmente é difícil, pois tudo envolve foco, tempo e dedicação. O relacionamento com as pessoas envolve sentimentos e o fator psicológico, mas quando você gosta de algo que faz, tudo vira uma motivação. Procuro sempre estar presente na vida deles, e eles acabam sendo um fator a mais a me encorajar a seguir em frente e superar os desafios. 

Quais são as principais dificuldades que um atleta do Fisiculturismo encontra no Brasil? Existe preconceito em relação à modalidade? 
A maior dificuldade é a falta de patrocínio. Hoje em dia, creio que não existe mais tanto preconceito como antigamente, pois o fisiculturismo está virando um estilo de vida para várias pessoas que escolheram a musculação como um esporte.

Que dicas você daria para as pessoas que querem tornar-se fisiculturistas?
Que comecem pensando apenas na felicidade que o esporte proporciona. E que mesmo que você conquiste o “mundo” nunca deixe faltar a humildade, pois a falta de humildade é a destruição de um grande caráter.

Que dicas você daria para pessoas que querem atingir melhor forma física, definição muscular e perda de gordura?
Tenha ao seu lado sempre os melhores profissionais. Profissionais esses que saibam que somos seres humanos e entendam a individualidade e saiba respeitar os limites de cada pessoa. 

Quais são seus próximos desafios? Quais competições você pretende participar futuramente? 
Pretendo participar do NTT Classic 2017 - Campeonato Norte e Nordeste. Nele, os campeões "Over All" ganharão o tão sonhado "Pro Card" pela IFBB Internacional. 

JOGO RÁPIDO


Nas horas vagas: Curtir meu filho.

Uma lembrança: Meu filho.

Uma qualidade: Humildade.

Um defeito: As vezes desacreditar em mim.

Superstição: Levo sempre, para todas as competições, uma medalhinha que ganhei da minha esposa no primeiro campeonato que participei.

Hobby: Jogar vôlei

Trilha Sonora: Sabor de mel.

Inspiração: Eu mesmo.

Um momento histórico e marcante: Nascimento do meu filho.

Assunto que te interessa: Esporte.

Não vivo sem: Meu filho.

Deus: Tudo.

Fama: Não é tudo.

Família: A base de todo meu alicerce. 

Amigos: São fundamentais em minhas conquista e derrotas.

Sonho: Ser o melhor que eu puder ser.

O que te faz feliz: A felicidade dos meus próximos.

O que te deixa chateado: A infelicidade dos meus próximos.

Um recado para Clístenes Carlos: Obrigado pela oportunidade de expor um pouco da minha vida e do meu amor pelo esporte. Que Deus te abençoe sempre!

Um recado para os leitores: Sei que todos vocês devem ter algum sonho, seja ele qual for, não desistam nunca, pois acreditando e com perseverança, um dia ele será realizado. Se você parar agora, tudo que você já percorreu não valerá de nada. Tente, persista sempre, pois sua hora vai chegar. Que Deus abençoe o teu caminhar.

Uma frase: “Prefiro me arriscar fazendo algo que gosto perdidamente que se sentir perdido por não fazer o que amo”. 



Compartilhe:

Postar um comentário