O apresentador potiguar Léo Souza relata como foi a emoção de gravar com Luciano Huck em Natal/RN

0 comentários
Por Léo Souza 



Incrível, nada menos que isso. Imagine você: Ter um sonho, uma referência profissional e, de repente, receber a noticia que ao amanhecer daquela noite, você estaria frente a frente com ele?! Pois foi exatamente como aconteceu comigo.

Nunca imaginei que participaria do conteúdo do programa do cara, nem nunca almejei. Quando soube que o programa viria à Natal, algumas horas antes dele desembarcar na cidade, certifiquei que o alguns episódios do Rota Inter TV estivessem gravados em um DVD, afim de chegar até o cara.


Mas minha vontade caiu por terra quando fui informado que a equipe de Natal que gravaria com o Luciano foi dispensada, ele traria toda produção e engenharia do Rio de Janeiro.

Para resumir a história, quero dizer que cada um tem que confiar no que deseja e na forma como se entrega ao universo, pois inevitavelmente você receberá de volta aquilo que deseja, ou, muitas vezes, mais que isso.



Eram 20:00 horas, estava gravando na praia de Maracajaú e, naquele instante, nem lembrando que o meu sonho estava no mesmo território que eu. Mas o telefone tocou e era a produção do Huck me chamando para uma participação.

Acredite se quiser: O motorista da van que buscou a equipe do Caldeirão do Huck no aeroporto falou de mim. Não só falou, como insistiu que eles não poderiam sair daqui do Rio Grande do Norte sem me conhecer. O pedido dele foi atendido, meu sonho foi realizado.

Incrível, mas ele ainda nem me conhece pessoalmente. Eu disse AINDA, aguarde as cenas do próximo capitulo.

Acredite nos seus sonhos!


Compartilhe:

Postar um comentário