Produção potiguar no Rio de Janeiro: Valéria Oliveira grava CD em terras fluminenses

0 comentários
A semana começou com muito trabalho para a cantora Valéria Oliveira, que aterrissou nessa segunda-feira (29) no Rio de Janeiro para dar início à segunda etapa de produção de seu novo CD. Os músicos, os estúdios, os vocais e toda a equipe envolvida dão forma a uma grande produção que poucas vezes foi vista compondo o trabalho de um artista potiguar. As gravações serão intensas, até o dia 3 de setembro, com direito a uma escala em São Paulo para tratar do design do encarte do novo disco.

São muitos os destaques desta semana no Rio: A começar pela direção musical primorosa do maestro Rildo Hora, que assina pela segunda vez um disco de Valéria; passando pelas letras dos grandes compositores fluminenses, Fátima Guedes e Moacyr Luz, que também fará uma participação mais que especial na gravação; e chegando até a direção de voz e vocal de Nina Pancevski, uma das maiores lapidadoras de voz do país.

Para completar o time a cantora conta também com Fernando Merlino, nos piano e teclado; Zé Carlos, no violão; Waltis Zacarias e Mestre Chuvisco, na percussão; e os já amigos que participaram da gravação de Em Águas Claras – Uma homenagem a Clara Nunes, Camilo Mariano, na bateria; Jamil Joanes, no baixo; Márcio Vanderley e Carlinhos 7 cordas, no banjo e no cavaco, e o maestro Rildo Hora que assina gaita, produção, arranjos & regência.

O músico Carlinhos 7 cordas, o compositor Moacyr Luz, o maestro Rildo Hora e Valéria Oliveira no estúdio Companhia dos Técnicos, Rio de Janeiro. Foto: Divulgação 


As gravações acontecerão em dois estúdios: o Companhia dos Técnicos, em Copacabana, e o La Maison Estúdio, no bairro do Flamengo. Alguns sambas que deverão compor o CD já foram gravados em Natal e serão finalizados com a gravação de Carlinhos 7 cordas no Rio; outros três sambas serão gravados na cidade: Amor que eterniza, inédita de Moacyr Luz e Delcio Luiz; Rasante, inédita de Fátima Guedes e Lá vem ela de Valéria Oliveira, Luiz Gadelha e Simona Talma. 

Após essa etapa do Rio de Janeiro, o disco, que conta com o patrocínio da Cosern e do Governo do Estado, via Lei Câmara Cascudo, e apoio do SEBRAE RN, entrará em processo de mixagem e masterização no estúdio Megafone em Natal, com previsão de lançamento para o final de 2016.


Compartilhe:

Postar um comentário