Umbigo do Bebê - Como Cuidar?

0 comentários
Por Dr. Sérgio Feitosa - Pediatra

Pessoal, tudo bem?

A maioria dos pais, principalmente aqueles de "primeira viagem", tem muita insegurança quanto aos cuidados adequados que devem dispensados ao coto umbilical. No entanto, como na maioria das outras situações do período neonatal, as coisas são mais simples do que se imagina.

É preciso saber que, o coto umbilical, pedacinho do cordão que fica ligado à barriga do bebê após o parto, não tem função alguma e geralmente "cai" espontaneamente entre 7 e 15 dias de vida.

Gente, pode tocar, manusear, conforme necessário, sem estresse algum, pois o bebê não vai sentir dor. Não tem terminações nervosas ali. Não tenham medo.

A limpeza deve ser feita durante o banho com água e o sabonete habitual da criança. Cotonete embebido em álcool a 70% deve ser aplicado, sempre após o banho e trocas de fralda. O objetivo é evitar que a área seja contaminada por bactérias o que pode levar a um a infecção conhecida como onfalite.

Se a região apresentar cheiro forte, inchaço, pus ou vermelhidão na pele ao redor, deve-se procurar o pediatra para avaliação.

Após a queda do coto, o umbigo da criança ficou "altinho"? Não há motivo para preocupações! Hérnia umbilical costuma regredir espontaneamente até os 3 anos de idade em pelo menos 90% dos casos! Nada de colocar moedas, faixas com fitas adesivas, ou qualquer outra coisa na tentativa de fazer compressão... É desnecessário, ineficaz e pode levar a infecções no local.

Dr. Sérgio Feitosa - Pediatra CRM 2717 - RQE 2326

Instagram: @drsergiopediatra - https://www.instagram.com/drsergiopediatra/
Twitter: @sergiopedriatra - https://twitter.com/sergiopediatra


Compartilhe:

Postar um comentário