Nota – Prevenção e combate a diarreias e vômitos

0 comentários
Pau dos Ferros/RN - Diante do crescente número de registros na cidade, a Secretaria de Saúde (SESAU) do município alerta a população para que sejam observadas atitudes básicas na prevenção e no combate a diarreias e vômitos. 
É imprescindível que todos os cidadãos tenham atenção redobrada durante esta época do ano, especialmente, lavando as mãos com frequência e buscando evitar o consumo de alimentos de procedência desconhecida. 
É importante também estar atento ao abastecimento. Como este não tem sido feito de forma regular pela Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (CAERN), é importante proteger, adequadamente, os reservatórios utilizados para armazenagem em domicílio. Á água pode ser facilmente contaminada pelos micróbios causadores das diarreias. 
Entre as principais manifestações da doença estão: aumento da quantidade de evacuações, mal-estar, náusea, vômitos, febre, dor abdominal e desidratação. Em alguns casos, poderá existir a presença de muco e sangue nas fezes. 
De acordo com a Vigilância Epidemiológica da Sesau, as ocorrências de diarreia tendem a crescer neste período em função do aumento do consumo de bebidas e alimentos contaminados, contato com água imprópria e aumento na circulação de vírus, bactérias e parasitas que causam a doença. 
Em geral, os agentes causadores da diarreia são transmitidos devido ao preparo e acondicionamento incorreto de alimentos, ao consumo de bebidas (água, sucos, gelo) de procedência duvidosa e à ausência de cuidados com a higiene pessoal.
Assim, vale destacar algumas recomendações para prevenir o aparecimento de doenças diarreicas, tais como:
· Beber sempre água potável. Se necessário, fervê-la antes de consumi-la;
· Ter cuidado com a água utilizada no preparo da alimentação, principalmente das crianças menores de um ano;
· Lavar bem as mãos antes de preparar a comida;
· Lavar todos os utensílios e as superfícies que tenham contato com alimentos;
· Guardar os alimentos em recipientes bem fechados;
· Higienizar os alimentos crus antes do consumo, com água potável e hipoclorito de sódio;
· Limpar a caixa d'água e outros depósitos utilizados para armazenamento com hipoclorito de sódio;
· Preparar alimentos cozidos imediatamente antes do consumo e mantê-los em temperatura quente. Guardar as sobras na geladeira e reaquecê-las antes do próximo consumo;
· Manter lanches em recipientes bem tampados e abrigados do sol. Observar se o alimento necessita de refrigeração;
· Evitar o consumo de alimentos que foram produzidos em condições de higiene insatisfatória ou de origem duvidosa;
· Ter moderação no consumo de bebidas alcoólicas (que devem ser ingeridas intercaladas a outros líquidos) e evitar excesso de sal;
· Procurar a unidade de saúde mais próxima logo quando surgirem os primeiros sintomas da doença. 
Cuidados com a água
Quando a comunidade não recebe água tratada ou quando a água que chega ao domicílio não tem cloro na quantidade suficiente, há necessidade de se fazer o tratamento domiciliar utilizando uma solução de hipoclorito a 2,5% ou água sanitária nas seguintes dosagens: 

Hipoclorito de sódio 2,5%
Volume de água
Dosagem
Medida prática
Tempo de contato
1.000 litros
100 ml
2 copinhos de café (descartáveis)
30 minutos
200 litros
15 ml
1 colher de sopa
30 minutos
20 litros
2 ml
1 colher de chá
30 minutos
1 litro
0,045 ml
2 gotas
30 minutos

Compartilhe:

Postar um comentário