Conheça Alan, 34 anos, doutor em Filosofia, de Natal (RN), novo participante do BBB16

0 comentários

Alan participante do BBB16 (Foto: Gshow)
Alan participante do BBB16 (Foto: Gshow)
Poesia, cultura pop e havy metal definem o doutor em Filosofia Alan, de 34 anos. Casado há seis anos, pai de dois filhos e viciado em jogos eletrônicos, o novo participante do BBB16 se declara um nerd e acaba de realizar um dos sonhos: entrar na casa do Big Brother Brasil.

Alan se declara um sujeito totalmente fora da curva. Ele não gosta muito de sair e é avesso a redes sociais. Para Alan, o confinamento será uma experiência transcendental: "Estou indo para jogar uma ideia interessante, para viver a experiência”, explica. O doutor confessa que já ficou um ano sem sexo, mas acredita que a abstinência será uma dificuldade no confinamento: “Acho que vai ser um problema, mas vamos controlar”, promete. Mesmo assim, Alan diz que seu objetivo não é frequentar o edredom de ninguém: “Não vou para isso”, afirma.

ENTREVISTA

Um ator/atriz ou apresentador (a)? Raul Cortez. Talvez o melhor ator que eu já vi até hoje.
Filme favorito? “2001 – Uma Odisseia no Espaço”
Melhor livro que leu? “Lições de abismo”, de Gustavo Corção.
A gíria que você mais fala é? Brother.
Um show marcante? System of a Down, em 2011, em Buenos Aires (Argentina).
O cantor ou a banda que não falta na sua playlist? Immortal.
Qual programa ou novela da Globo marcou sua vida? ‘Felizes para sempre’. Algo de uma maturidade, de uma verdade cinematográfica muito interessante. Profundo. É entretenimento, mas ao mesmo tempo dá o que questionar. Isso foi admirável para mim.
Qual ídolo te inspira? Kurt Cobain.
Um símbolo sexual?Jennifer Lawrence. 
Para que ano iria se pudesse viajar no tempo? Por quê? Iria para qualquer ano no futuro, até o próximo ano.
O que você mais gosta do seu corpo? Rosto.
Já foi casado, namorou sério ou morou junto? Casei em junho de 2009.
Já ficou/se relacionou com algum famoso(a)? Não.
Como foi sua primeira vez? E com quantos anos? Eu tinha 14 anos. Foi com uma prima.


Alan ao lado de sua esposa e suas filhas (Foto: João Mello/Gshow)
Alan ao lado de sua esposa e suas filhos (Foto: João Mello/Gshow)
Quanto tempo já ficou sem sexo? Já fiquei 1 ano sem sexo, na seca louca. Acho que será um problema, mas vamos controlar isso aí.
O que mais te atrai em uma mulher? A bunda.
Tem perfil em aplicativo de relacionamento? Tudo analógico. Só o videogame que é digital.
Você já fez algum vídeo íntimo? Enviou para alguém? Não.
Qual foi a fase mais difícil da sua vida? Essa fase. Por causa de problemas de saúde na família (o pai está hospitalizado) e a resolução profissional. Eu estou em um hiato, em uma transição, eu vivo um momento de inconclusões.
Qual foi o maior mico da vida? Sujo de ovo na escola com 7 anos de idade, sofrendo bullying. A partir desse momento eu me transformei no bullying. Eu que passei a fazer e passei por muito problema na adolescência por causa disso.
Do que mais vai sentir falta dentro da casa? Fora minhas filhas, que seriam a resposta mais óbvia, o videogame.
Pode rolar romance? Iria para debaixo do edredom? Não! Não vou para isso.
Para quem mandaria nudes? Minha esposa.
Qual a maior loucura que já fez por amor? Casar, brother.
Para ganhar o BBB é preciso... Capturar o espírito do tempo: o zeitgeist, que é a ideia de que você precisa ver e sentir algo que está acontecendo fora de você.
O que fará com o prêmio se ganhar? Dar um jeito na vida das meninas e comprar uns games novos, comprar vinis novos...

Alan já teve problemas de relacionamento na rede social: 'Julgado de uma forma que não me agradava'
Alan é doutor em Filosofia (Foto: João Mello/Gshow)
Alan é doutor em Filosofia (Foto: João Mello/Gshow)
Milhares de CDs, jogos de videogame, camisetas de bandas de rock, livros de metafísica, um bebê, esposa e uma roqueirinha de dois anos. Esse é o mundo do novo participante do BBB16 Alan, de Natal. Professor de Filosofia, Alan não é um homem de verdades absolutas. “Acho que nenhuma convicção é inquebrável, é indestrutível. A gente está o tempo todo em processo de transformação”, analisa. O participante vê no Big Brother Brasil a possibilidade de exercitar esse movimento: “As pessoas são muito imóveis, às vezes. Eu gosto do movimento”, acrescenta.

Aos 34 anos, Alan tem uma família tranquila junto com as duas filhas e a esposa. O participante revela que é um cara caseiro e um aficionado pela cultura nerd. O brother coleciona vinis, revistas em quadrinhos, jogos eletrônicos e CDs. “Ele tem todas as plataformas de última geração, portáteis, joga no computador. É um viciado completo em videogame”, entrega a esposa Thais. Entretanto, ficar desplugado na casa do BBB16 não será um problema para ele, que se diz um cara “analógico” quando se trata de convivência.

Alan não possui redes sociais e explica o motivo: “Quando eu tinha perfil nas redes, tive problemas de relacionamento e o que eu falava era julgado de uma forma que não me agradava. Prefiro o embate de almas, o olhar. A rede social é muito fria e falsa”, critica o confinado.

O brother confessa que está em um momento de questionamentos na vida profissional e acha que sua entrada no BBB foi natural: “Eu nem sabia que queria isso, mas muitas coisas nessa vida foram me impulsionando para esse tipo de comunicação. Eu gosto dessa ideia de poder me comunicar, expressar”, analisa.

Com informações do portal GShow / BBB. 



Compartilhe:

Postar um comentário