Fabrício Torquato: aliança forte a gente faz trabalhando junto com o povo

0 comentários
O Prefeito de Pau dos Ferros, Fabrício Torquato, concedeu uma entrevista no início da noite desta quarta-feira (11) na Rádio 96 FM. Sabatinado pelos jornalistas e apresentadores do Jornal das Seis, Túlio Lemos, Ênio Sinedino e Marco Aurélio de Sá, ele respondeu questionamentos envolvendo a conjuntura política e administrativa que envolvem o município que gere.

As questão da falta d’água, um problema que tem preocupado em especial a região do Alto Oeste, abriu a conversa. Sobre o assunto, Fabrício disse que esta é uma das prioridades em sua gestão. “A nossa barragem está em um momento crítico, praticamente seca, e talvez nos próximos dias passemos a não ter mais abastecimento dela através da CAERN. Pau dos Ferros hoje tem o consumo diário de 350 a 400 mil litros de água e a nossa base de sustentação está sendo a Adutora de Engate Rápido, que consegue distribuir cerca de 170 mil litros de água por dia. Mas ainda pode ser melhor e estamos buscando aperfeiçoar esse benefício junto aos órgãos competentes”, afirmou.

Sobre a revisão do Pacto Federativo, o prefeito declarou concordar, destacando ser uma ação urgente e necessária para que os municípios tenham mais autonomia em suas administrações. “Hoje, o ‘bolo tributário’ é distribuído da forma mais desigual possível. Pau dos Ferros tem cerca 450 mil reais de obrigações sociais. Em contrapartida, nosso FPM veio, no último dia 10, apenas  394 mil reais. Por isso,  muitas vezes, precisamos colocar mais investimentos próprios para ‘tapar os buracos’. É preciso que o Governo Federal perceba que ou olha os municípios para ter autonomia ou vai ficar cada vez mais complicado”, alertou.

Quanto à saúde, Fabrício aposta na valorização dos profissionais objetivando reter um quadro de qualidade para atender as demandas da população: “Minha pretensão é dobrar os salários de médicos, dentistas e enfermeiros de Pau dos Ferros. Isso se justifica porque agora iremos aumentar a carga horária para 40h semanais. Temos que motivar esses profissionais a ficarem no serviço público, e isso só acontecerá se compensar para eles. Até junho deste ano teremos um Concurso Público na prefeitura, que vai ter vagas para mais de 100 profissionais, incluindo na área da saúde.

Distrito Industrial

De acordo com Fabrício, a maioria das prefeituras depende das transferências federais e estaduais. Mas o município de Pau dos Ferros tem um diferencial: por ser um pólo econômico desenvolvido da região, arrecada recursos próprios, como IPTU e ISS, que somam uma média de 450 mil reais. “Apesar dos ventos favoráveis a Pau dos Ferros, a realidade é que ainda precisamos de mais apoio do repasse de verbas para nos sustentarmos. A  gente está caminhando como uma cidade pólo, devido ao comércio. Mas já está na hora de também pensarmos em um distrito industrial. Por isso, desde o ano passado, estou solicitando ao DNOCS uma cessão de 43 hectares para que a gente possa pensar nesse sonho. Emprego e renda é uma necessidade nacional, e em Pau dos Ferros não é diferente”, garantiu.

Parceria com Robinson Faria


O prefeito se mostrou satisfeito com a parceria com o Governador Robinson Faria (PSD), após o apoio e vitória dados ao candidato no segundo turno das eleições de 2014. “Como prefeito, preciso ter parceiros corretos que me ajudem a trabalhar por minha cidade. Ouvi o que a população queria no primeiro turno. E no segundo turno ampliamos a maioria de Robinson Faria de 250 votos para 4.899 votos. Estou muito otimista, porque o Governador está olhando por nós, apesar de todas as dificuldades enfrentadas na conjuntura estadual e nacional. Estive com ele agora em Brasília e foi uma das viagens mais produtivas. Estou apostando muito em parcerias como esta para o futuro de Pau dos Ferros. Aliança forte a gente faz trabalhando junto com o povo”, concluiu.


Compartilhe:

Postar um comentário