A história do RNTV agora em um livro

0 comentários
Um padrão de qualidade não se constrói da noite para o dia. Por isso, no RNTV a notícia faz história. Uma história que agora está sendo contada em um livro. “RNTV: a notícia no ar”, escrito pelo jornalista Francisco Júnior, reúne imagens e acontecimentos que marcaram a Televisão Potiguar. São mais de 27 anos de existência dedicados à prestação de serviço e a registrar os principais acontecimentos do nosso estado. Não é a toa que se tornou um dos noticiários de maior credibilidade do Rio Grande do Norte.

A obra é uma viagem no tempo, do início da TV Cabugi, em 1987, até aos dias atuais com a Inter TV Cabugi. São 20 capítulos que compõem uma espécie de almanaque contextualizado com as notícias que foram ao ar nos últimos anos. O livro é todo ilustrado com imagens das reportagens e edições que fizeram parte dessa história. 

Mais do que registrar a trajetória do telejornal, o livro mostra a quem acompanha o RNTV um pouco de como ele é produzido e o quanto evoluiu ao longo dos anos em que está no ar. Essa publicação é um álbum de recordações da maior emissora de televisão do estado, uma coletânea de curiosidades sobre o telejornalismo, um resgate dos profissionais que construíram essa história e, ao mesmo tempo, a oportunidade para que todos possam conhecer o jornal em detalhes.

SOBRE O AUTOR

Créditos: Elias Medeiros
Francisco Júnior é jornalista, formado e laureado em Comunicação Social - Jornalismo pela UFRN, desde 2009. O primeiro trabalho em televisão foi em 2007, na TV Universitária. Trabalhou ainda na SIMTV. Em 2008, começou a estagiar na Inter TV Cabugi. Dois anos mais tarde foi contratado como produtor de reportagens em Mossoró. Ao retornar à Natal, exerceu as funções de coordenador de produção, produtor de rede, editor de texto do Bom Dia RN, do RNTV e do Cabugi Comunidade. Atualmente é repórter da emissora.

LANÇAMENTO

Daqui agradecemos o convite do jornalista para o lançamento do livro que será realizado amanhã, as 19 horas, no Memorial da Resistência em Mossoró. 


Compartilhe:

Postar um comentário