Preconceito é grande inimigo dos homens na luta contra o câncer de próstata

0 comentários
O “Novembro Azul” é um movimento nacional que existe com objetivo de conscientizar os homens e a sociedade como um todo acerca da importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata e de outras doenças masculinas. A cada ano, mais atividades acontecem em várias cidades,  objetivando viabilizar a campanha. Infelizmente, o número de homens adeptos aos exames preventivos ainda é baixo, principalmente por causa do preconceito quanto ao exame de toque.

O urologista Hallison Castro comenta que o preconceito é um grande empecilho para que seja feito um diagnóstico precoce da doença, o que daria muito mais chance de cura. Ele comenta que pequenas mudanças na rotina são importantes para evitar o câncer de próstata.

"A primeira medida que vejo é reduzir o consumo de carne vermelha, dando preferência a vegetais e legumes, atividade física e regular e combater a obesidade também são armas fundamentais, além disso, ressalto que álcool e cigarros são elementos que potencializam o câncer de próstata", explicou.

O médico ainda comentou que o câncer de próstata é uma doença silenciosa, que se desenvolve sem grandes alterações no corpo do homem. Para o especialista, é fundamental que homens com mais de 45 anos, sem histórico da doença na família, façam exames todos os anos, e que aqueles com histórico da doença em casa comecem o procedimento já com 40 anos, realizando semestralmente.
*Jornal O Mossoroense
 

Compartilhe:

Postar um comentário