Portalegre - RN: Festival de Fondue do Hotel Portal da Serra começa neste sábado

0 comentários
O Festival de Fondue  do Hotel Portal da Serra, em Portalegre, terá início neste sábado dia 12, e durante os meses e julho e agosto você pode  aproveitar o frio aconchegante de Portalegre e saborear ao lado da família e amigos  deliciosos fondues e degustar grandes vinhos estrangeiros e nacionais, aproveitando o rústico e romântico Hotel Portal da Serra em Portalegre.

Para participar do Festival de Fondue do Hotel Portal da Serra você pode fazer sua reserva com pacote que inclui diárias com pensão completa, ou fazer sua reserva exclusivamente para o Festival de Fondue.


     PARA MAIORES INFORMAÇÕES
 Tel:(84) 3377-2002 / 9965-0879 
 Email:  hportaldaserra@hotmail.com

Compartilhe:

Postar um comentário

Confira os eventos do fim de semana no Alto Oeste

0 comentários


Compartilhe:

Postar um comentário

Dupla potiguar se apresenta no Piauí

0 comentários
Giannini e Thábata, que já são sucesso no Rio Grande do Norte, ganham espaço também no Piauí. No próximo sábado, 13 de julho, eles fazem show na cidade de Picos, onde se apresentam juntos pela primeira vez.

Antes disso, no entanto, a dupla cumpre agenda em Mossoró. Amanhã, 12, eles animam a programação do Sélect Nouveau e na mesma data colocam a equipe da Biofit para dançar durante o arraiá da academia.

No domingo, 14, Giannini e Thábata fazem show na cidade de Pau dos Ferros, durante o lançamento da edição 2013 da Feira Intermunicipal de Negócios, Educação, Cultura e Turismo do Alto Oeste Potiguar (FINECAP).


Compartilhe:

Postar um comentário

Com Criatividade - Por Cosme Júnior

0 comentários


Oi Criativos, como vão vocês?

No #ComCriatividade dessa Quinta: Campanha mostra que crianças se tornam o que os adultos ensinam.

A Unicef exibe retratos de crianças ao lado de adultos criminosos para lembrar que todos recebem educação, mas que o futuro depende do tipo de ensinamento a que terão acesso. A peça foi criada pela Prolam Y&R, de Santiago, no Chile.






No cartaz em frente às crianças, a campanha alerta que “uma criança que aprende é um adulto que ensina”. O texto ainda pede: “nos ajude a dar educação de qualidade a milhares de crianças do Chile porque, se pudermos mudar a educação delas, poderemos mudar também seu destino”.

Agência: Prolam Y&R / Santiago / Chile 
Diretor de Criação: Alvaro Becker, Francisco Cavada, Emerson Navarrete 
Redator: Jaime Diaz, Tomás Almuna, Andrés Acevedo 
Diretor de Arte: Sergio Araya 
Foto: David Calderon

E quando o assunto é ousar #ComCriatividade e requinte em matéria de publicidade, vale apelar até para astros de Hollywood.

JOHN TRAVOLTA É NOVO GAROTO PROPAGANDA DA CACHAÇA CEARENSE YPIÓCA




John Travolta é o novo garoto propaganda da Ypióca. O ator está desde domingo (7/7) no Brasil para a gravação de um comercial da cachaça cearense, fundada em 1846. Travolta, que veio de Los Angeles pilotando seu próprio avião, um Boeing 707, aceitou fazer a divulgação da marca somente depois de provar a bebida. “Ele já conhecia a Ypióca, mas não tinha experimentado e depois de provar a bebida pura e na forma de caipirinha aceitou o convite”, diz Sebastião Rinaldi, da Agência Comunica, que está produzindo o comercial.

O novo comercial da Ypióca está sendo gravado na tarde desta quarta-feira (10/7) no Rio de Janeiro e desde segunda-feira (8/7), Travolta vem fazendo provas de roupas do figurino da campanha. A escolha do astro de Hollywood se deu para reforçar o novo reposicionamento da marca Ypióca dentro e fora do Brasil. A empresa foi comprada no ano passado pelo grupo britânico de bebidas Diageo – produtor do uísque Johnnie Walker e da vodka Smirnoff.

“John Travolta é carismático e uma personalidade com presença na TV e no cinema e que se identifica com diversas classes sociais”, diz Rinaldi. As filmagens devem durar até amanhã, quando o ator retorna aos Estados Unidos. Fundada em Fortaleza há 167 anos, a Ypióca emprega mais de 3,2 mil funcionários e tem cinco fábricas no país.

Bom criativos, é isso por hoje! Até a próxima postagem.
Beijo "MÚÚÚÚÚÚÚAAAAAANNN!!!"

Compartilhe:

Postar um comentário

O Homem de Aço, Coluna Sertão Cine - Por Hugo Costa

0 comentários
Filme: O Homem de Aço



Com direção de Zack Snyder (300, Watchmen, A Lenda dos Guardiões, 300: A Ascensão do Império), Christopher Nolan (Trilogia Batman) e David Goyer (roteirista e criador dos títulos do Batman). Na pele do Superman/Clark Kentt  temos Henry Cavill (Imortais), Amy Adams/ Lois Lane (O Mestre), Michael Shennon/General Zod (O Abrigo), Antje Traue/Faora (Dias de Guerra), Russell Crowe/Jor-El (Gladiador), Ayalet Zurer/Lara Lor-Van (Anjos e Demônios), Laurence Fishburne/Perry White (Predadores),  Kevin Costner (Waterworld) e Diane Lane (Noites de Tormentas)  como Jonhathan e Martha Kent.

No panteão dos super-heróis, Superman é o mais reconhecido e reverenciado personagem de todos os tempos. Clar Kent  e Kal – EL (Henry Cavill) é um só, jovem e jornalista que se sente diferente por ter poderes além da imaginação de qualquer ser humano desta Terra. Nas histórias em quadrinhos e nos desenhos, sabemos que ele foi enviado de Krypton, um avançado planeta alienígena... ao meu planeta, ao seu, e daí sofre uma derradeira questão: “Porque estou aqui?”, eis a questão fundamental para entendermos a história do filme! 

Começa com essa pergunta, que ele mesmo o faz e almeja descobrir, desde os primeiros anos de vida na Terra. Moldado pelos valores de seus pais adotivos, Martha (Lane) e Jonathan Kent (Costner), Clark logo descobre que ter super habilidades significa tomar decisões muito difíceis. Mas quando o mundo mais precisa de estabilidade, ele é atacado. E agora, suas habilidades serão usadas para manter a paz ou partir para um tudo ou nada! 
Clark precisa se tornar o herói conhecido como “Superman”, não apenas para brilhar como a última esperança da humanidade, mas para proteger aqueles que ama. Pelo que vemos no trailer é uma das maiores promessas desse ano de 2013 (confesso que esse é o meu melhor filme para 2013!), como crítico amador desde sempre, o filme como Batman Begins, Cavaleiro das Trevas e o Ressurge, se passa na realidade, ou seja, sua história tende a ser “realista”, em certo sentido, porque os realizadores tentam explicar tudo de um ponto de vista lógico e científico: como armas afetam os vários personagens ou quão mais forte, enfim, é um Kryptoniano em relação a um humano.

Superman não consegue voar pelo espaço indefinidamente como muita gente acha (não pense com os olhos, você se engana fácil!). Ele tem limites. Neste filme ele bate muito e a também apanha muito! Então, ao meu modo de ver, o diretor Zack Synder roda o filme todo em câmera na mão, e O Homem de Aço não têm as câmeras lentas características do diretor (lembra as cenas de lutas em 300??!), e o Departamento de Defesa dos EUA colaboram com a produção, em relação à presença do exército no filme. O roteiro foi previamente aprovado pelo departamento. Boa parte da trama envolve a Terra descobrindo que Superman existe. David Goyer diz que quase toda a versão de Superman começa com Clark adolescente até a vida adulta, mas o mundo aceita Superman sem muito susto. Goyer acha que se Superman realmente aparecesse na Terra, seria um momento em que as pessoas questionariam tudo, (mas tudo mesmo!) desde religião ao entendimento do próprio universo.
Quanto mais tempo Superman permanece na Terra, mais poderes ele desenvolve, sob efeito do sol amarelo. Diz ele ainda que veremos um ou dois poderes que não aparecem em filmes anteriores do herói. A civilização de Krypton existe há 100 mil anos, e seus habitantes já viajam pelo espaço há 25 mil anos. Essa é a parte que eu mais gosto nas histórias do Superman (Física maravilhosa)... A pressão da gravidade no planeta é quatro a dez vezes maior do que na Terra. Uau?!! E humanos não conseguiriam respirar na atmosfera de Krypton. Isso é usado para explicar por que Superman pode voar e como ele consegue seus poderes. O idioma de Krypton foi desenvolvido inteiramente para o filme. Algumas incrições aparecem nos edifícios do planeta, e todas têm algum significado. 

um sistema de castas em Krypton, (Podemos até “comparar” Krypton à Índia, em termos de castas) eles acreditam em seus próprios deuses e têm um código moral diferente do terráqueo. Quando Superman depara com Kryptonianos General Zod (Shennon) e seus capangas, ele precisa decidir se seguirá a moral de seu planeta natal ou do adotivo. Por conseqüência, ele precisa decidir qual de seus dois pais ele seguirá de fato, e escolher se viverá como Clark ou Kal-El.  O filme explica o uniforme, (o que muitas pessoas desconhecem o “porque” ele usa um S no peito!) e há uma razão para Superman não usar a sunga vermelha clássica. O herói também aprende o motivo de usar o uniforme, o que a roupa pode fazer, e por quê. Zod não é um vilão ensandecido, seu motivo e ponto de vista não é irracional! Sua motivação parte dos códigos morais de Krypton. O Homem de Aço lida com a questão que acabei de citando lá em cima... Segundo os realizadores, o título foi escolhido porque o longa trata do homem e não necessariamente do super-herói Superman. A história de Zod também é contada o que também é ótimo. A maior influência no filme, além dos quadrinhos, foram o Velho e o Novo Testamento da Bíblia

Superman – O Retorno confundiu o público mais jovem porque assumia que as pessoas já tinham assistido ao Superman de Richard Donner (foi diretor quatro vezes seguidos de Superman). Com O Homem de Aço, eles procuraram reapresentar a origem e a história de Superman ao público. As pré-estreias já estão rolando pelo Brasil, e eu vou conferir sem dúvida... e os convido a fazer o mesmo. Vai lá... Quando eu voltar, eu conto todas as novidades.
Um abraço forte e até sexta. Confiram o trailer:



Compartilhe:

Postar um comentário

Hotel Portal da Serra: Abertura do Festival de Fondue será neste sábado, 13 de julho

0 comentários

O Hotel Portal da Serra, em Portalegre, finaliza os preparativos para a abertura de mais um Festival de Fondue.

A solenidade de abertura do Festival de Fondue será neste sábado, 13 de julho, a partir das 20 horas, e contará com a presença de convidados,  personalidades de Portalegre, região, além de amigos e visitantes que prestigiarão o evento.

A abertura do Festival de Fondue terá como ponto alto a comemoração aos 10 anos de início das atividades do Hotel Portal da Serra, quando serão homenageados personalidades e autoridades que colaboraram para os dez anos de sucesso do Hotel Portal da Serra.      

O Festival de Fondue do Hotel Portal da Serra, prosseguirá durante os meses de julho e agosto e proporcionará aos visitantes a oportunidade de se deliciar com deliciosos fondues de queijo, chocolate e carnes, acompanhados de vinhos nacionais da Serra Gaúcha ou  Lambrusco Russo da Região de Emilia/ Itália, música ao vivo e, claro, do frio aconchegante e as belezas naturais de Portalegre, tudo isso no melhor ambiente da região para curtir momentos de prazer e satisfação.

Para participar do Festival de Fondue do Hotel Portal da Serra você pode fazer sua reserva com pacote que inclui diárias com pensão completa, ou fazer sua reserva exclusivamente para o Festival de Fondue.        

PARA MAIORES INFORMAÇÕES

Tel:(84) 3377-2002 / 9965-0879
Email:  hportaldaserra@hotmail.com


Compartilhe:

Postar um comentário

Nossa coluna de hoje nas páginas do Jornal O Mossoroense - 09/07/2013

0 comentários

Compartilhe:

Postar um comentário

Cartão passaporte do Hotel Thermas

0 comentários
Quando o assunto é lazer nada se compara ao Thermas Hotel & Resort na região, são 200 mil metros quadrados de área com o maior Parque Aquático de águas termais do Brasil, composto por 13 piscinas e uma flora verde e exuberante além de restaurantes, bares, lago artificial com caiaque e pedalinhos, campo de futebol, quadras poliesportivas, academia de ginástica, quadra de squash, quadras de tênis, salão de jogos, toboágua gigante, rampa molhada, quadra de voleibol de areia, fazendinha e outros equipamentos de lazer. Toda essa diversão está acessível para os hóspedes e também para os sócios com cartão passaporte de Mossoró e região. 



Compartilhe:

Postar um comentário

Cliques do Alemix 2013 em Alexandria - RN

0 comentários
Na sexta-feira, dia 05,  fomos prestigiar a primeira noite do Alemix, micareta indoor da cidade de Alexandria, que foi um sucesso.

Um grande público se fez presente neste dia para curtir os shows de Anízio Jr e tabém da Banda Grafith. 

O evento prosseguiu no sábado e domingo com ótimas atrações. 

Daqui agradecemos a receptividade do assessor de imprensa Marcos Almeida e também aos organizadores do evento pela receptividade.

Confira alguns cliques da primeira noite:









Compartilhe:

Postar um comentário

RESENHA CRÍTICA: O DUELO - Por Hiure Gomes

0 comentários
A tônica frase, deveras vezes repetida, nos dá o rumo do que estaríamos prestes a vivenciar. Adaptar estórias, sejam quais forem as adaptações, sugere um grande esforço por parte do diretor. Adaptar uma novela, mais precisamente a trama O Duelo de Théckhov, para um espetáculo teatral levantam questões de como abordar uma trama sem perder sua essência. Antes de discutir sobre o espetáculo em si, permitam-me algumas considerações.

Adaptar significa antes de tudo, colocar nuances de quem adapta. Não é puro, não é genuíno. Aliás, a estória se passa na região do Cáucaso, um lugarzinho situado entre a Europa Oriental e Ásia Ocidental. Inicialmente tomada pelos turcos, ao longo dos anos sofreu uma russificação. Mas, o que isso tem a ver com nossa discussão? Vejamos...

O ambiente escolhido pela diretora Gerrgette Fadel para gerir o espetáculo não poderia ser mais peculiar: Três cidades do interior do Ceará, no sertão nordestino. Em linhas gerais, não, não, a peça não absorve cultura cearense, não versa nada sobre as características da região. Mais ainda, o vernáculo da linguagem da peça não diz respeito ao nordeste, tampouco ao Ceará. 

Permitam que essa discussão seja retomada mais tarde, guardem a ideia.

O enredo do espetáculo se passa no Cáucaso, um lugar quente, inóspito e pacato. A perspectiva da peça se dá na visão dos diferentes personagens, algo muito característico em estórias de Tchékhov, muito bem representado na dramaturgia de Georgette. O texto conta as demasias e devaneios de Laévski e sua amante Nadedja (Camila Pitanga). Laévski é um funcionário público, um homem culto, de grande inteligência. Tal característica fundamental, o faz ganhar confiança das pessoas, tal como o médico militar, que por sua vez se endivida pedindo dinheiro emprestado.

Nadedja é uma moça bonita, casada e que foge com Laévski, posteriormente seu marido morre, ficando em um primeiro momento, livre para viver seu amor com Laévski. A partir daí, percebemos que Laévski cansado de viver no Cáucaso, acaba por não mais amar Nadedja. Deseja mudar de vida incessantemente. Não suporta mais viver no ostracismo do Cáucaso. Quer voltar para St. Petesburgo, nem que seja para “limpar chaminés”. As lamentações de Laévski são amparadas (nem sempre) por seu amigo, um médico militar, homem honrado, de grande inteligência. Deseja ajudar Laévski, do início ao fim. Muitas vezes questionado por Von Koren, um Zoólogo, vivido pelo grandiosíssimo ator Pascoal da Conceição, porque ajudar Laévski, já que ele não costuma cumprir com sua palavra. Aqui, é pertinente salientar o duelo de opinião entre Laévski, Von Koren e o médico. Perspectivas diferentes, contrargumentada com fervor por cada um. Diante de rodeios e devaneios dos personagens, deveras vezes amparadas dentro de uma visão histérica “a la Freud” caímos nas graças de Nadedja, que sensualiza diante da plateia. Cortejada por todos os homens do Cáucaso e levianamente, cai nos prazeres da carne. A peça “termina” (O acesso à peça ainda não estreada se deu por um ensaio aberto, que não estava concluído) com a descoberta de Laévski, Nadedja nos braços de outro homem.

A estória é instigante, os atores geniais. Camila Pitanga demonstra claramente que não é uma atriz montada para a Rede Globo. Devemos reverenciar o Pascoal da Conceição. Que grande atuação. Um mestre da dramaturgia, exercendo encantos, mesmo tantos anos após o inesquecível Dr. Abobrinha do Castelo Rá-tim-bum.

Retornemos, pois a discutir o início desta resenha. O porquê do interior do ceará? Vejamos, a linguagem é extremamente rebuscada, a dinâmica da peça é veloz, cada diálogo perdido representa uma perca irreparável, a estória se passa na Europa Oriental. Porque o interior do Ceará? Independente de qualquer argumento existe um legado a ser deixado. Tudo o que poderíamos refletir, se esvai na imensa possibilidade de trazer a tona aspectos esquecidos de um povo, sua cultura. O teatro é uma grande possibilidade de manifestação, mais que isso, é a possibilidade de vivenciar situações oníricas. Insistia Augusto Boal, o teatro é a voz de dentro, que clama para ser ouvida. Reverenciemos então, seja de quem for a ideia.
                                              
Hiure Gomes Almeida
Psicólogo e um mero aspirante a escritor


Compartilhe:

Postar um comentário

Interact Club de Pau dos Ferros/RN

0 comentários
No dia 06 de Julho de 2013, o INTERACT CLUB de PAU DOS FERROS/RN Distrito 4.500, realizou a sua primeira reunião ordinária, nas dependências do Rotary Club de Pau dos Ferros/RN, Gestão 2013/14, presidida por HUGO G. SOARES FONTES. Na qual foi discutida o rumo do clube, quais projetos serão realizados no decorrer do ano.


  
Para que não conhece:  Os Interact Clubs são grupos de adolescentes de 12 a 18 anos, em que o principal objetivo é tentar ajudar a sociedade de uma forma simples, com campanhas, doações, visitas a creches e hospitais, entre outras coisas para melhorar do meio-ambiente e a saúde da população carente.

Faça uma visita e conheça o INTERACT CLUB de PAU DOS FERROS/RN, localizado na RUA: Antônio Januário, BAIRRO: São Benedito. Horário das reuniões: Sextas-feiras a partir das 19:00 horas.

Compartilhe:

Postar um comentário